Translate

16 de janeiro de 2013

Escrevo aqui há um tempo, já pensei em mudar título, apagar textos, corrigir outros e até em deletá-lo por completo, por mudar o modo como penso em muitas coisas, mas decidi apenas continuá-lo, afinal como aprendiz e alguém de funcionamento muito peculiar, dou-me à mudanças, me reinvento!

SE HOUVER ALGUM TEXTO OU IMAGEM UTILIZADO NESSE ESPAÇO QUE SEJA SEU E VOCÊ NÃO ESTEJA DE ACORDO COM A EXPOSIÇÃO, ENTRE EM CONTATO: justine-ss21@hotmail.com

Cadelinha cadelinha, cuidadinho hein!

cadelinha sua
cadelinha teimosa
cadela que provoca
cadela que te ama
rebeldia que não tem fim
que treme pelos castigos
que se alegra com o DONO
e que se perde na sua falta.
saio e entro na linha
doidinha pra te ver contar
os números, meus números!
o erro me entristece...
mas te provocar eu amo
seu sadismo exala e me excita
e fico aqui, parecendo no cio
lembrando, imaginando e fazendo cenas
cenas de domínio
cenas de submissão
ah como eu amo sentir
aquele medinho que me dá arrepio
e fico taradinha
precisando da sua coleira
das suas mãos
que seguram o cinto
e do seu olhar sádico
aiii como adoro ser sua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre-se! A boa educação, a humildade e o respeito abrem portas!