Translate

16 de janeiro de 2013

Escrevo aqui há um tempo, já pensei em mudar título, apagar textos, corrigir outros e até em deletá-lo por completo, por mudar o modo como penso em muitas coisas, mas decidi apenas continuá-lo, afinal como aprendiz e alguém de funcionamento muito peculiar, dou-me à mudanças, me reinvento!

SE HOUVER ALGUM TEXTO OU IMAGEM UTILIZADO NESSE ESPAÇO QUE SEJA SEU E VOCÊ NÃO ESTEJA DE ACORDO COM A EXPOSIÇÃO, ENTRE EM CONTATO: justine-ss21@hotmail.com

Estou distante, dispersa

A mente está distante... não consigo me concentrar direito em nada... nem em mim... na nossa relação, no que quero, como estou... o que acontece? Hun?! Estou dispersa, estou confusa, estou aflita, estou um monte de coisas! Mas por quê? (...) Não sei... Ouço a música, meus fones isolam qualquer ruído externo, então me desligo lá de fora, estou cá dentro, de mim... Tentando me organizar, organizar a mente.


Não sei porque estou assim, porque fico assim hora e outra... sei que fico, como estou.
(...)

Será a saudade? Será desânimo? Ou apenas conflitos mesmo? Não sei.
Coisa nova? Será que estou necessitando de mais? Mais tudo? Não 'mais carinho', isso não me falta, mas não será mais Disso Tudo que sou eu? Que é meu? Que me faz sentir única? (...)

É, não espero alguma resposta, pois nem eu mesma sei! Está difícil, estou com receio, além de confusa e sentida, penso que talvez pudesse eu ter mudado de estágio, esteja mais profunda e necessitando de análises mais a fundo (...) Novas coisas, novas tentativas, novas descobertas.

Pareço triste... mas não estou, estou sentindo que tem muita coisa na cabeça, muita coisa para ser liberada, buscada, explorada... Eu não consigo falar, mas sei escrever, e talvez não esteja conseguindo me expor de maneira clara agora, não sei... Estou calada, mas minha mente excitada, ela não pára! Me atropela...

Fico aflita, me sinto sufocada, presa... presa aos meus conceitos talvez, presa ao que me propus, presa a... às circunstâncias, à minha fidelidade para contigo...

Desculpa...

Vê que estou funcionando a mil, a mil pensamentos, a mil um monte de coisas... Não quero lhe preocupar, mas sei que já o estou, e por isso me desculpo. (...)

Estou vagando, me buscando, e meu equilíbrio (...) Mente pensante.

3 comentários:

  1. todo esse turbilhão vai se acalmar e tudo ficará mais claro !Nunca esqueça que estou sempre pensando e ligado em voce, respirando o mesmo ar, perto, junto, sempre. Meu prazer é cuidar e te ver feliz !

    ResponderExcluir
  2. Oi Flor! Vim retribuir sua visita ao meu blog e conhecer seu cantinho.
    E também estou como vc...dispersa..
    Vida de cadelas não é nada fácil
    Boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
  3. Não é mesmo, rs. Mas estar na casa do Dono me cura, fico em paz. :D que tudo melhore pra você também. :)

    ResponderExcluir

Lembre-se! A boa educação, a humildade e o respeito abrem portas!