Translate

16 de janeiro de 2013

Escrevo aqui há um tempo, já pensei em mudar título, apagar textos, corrigir outros e até em deletá-lo por completo, por mudar o modo como penso em muitas coisas, mas decidi apenas continuá-lo, afinal como aprendiz e alguém de funcionamento muito peculiar, dou-me à mudanças, me reinvento!

SE HOUVER ALGUM TEXTO OU IMAGEM UTILIZADO NESSE ESPAÇO QUE SEJA SEU E VOCÊ NÃO ESTEJA DE ACORDO COM A EXPOSIÇÃO, ENTRE EM CONTATO: justine-ss21@hotmail.com

A fantasia de SER exibida

COADJUVANTE NÃO É DONO!

- (...) "está ansiosa em querer ser exibida para mim"?

- Para o Sr? EU?

- Não, não estou não*.

A Exibição é uma fantasia minha, pode ser ela realizada com um amigo em específico, com alguns amigos, bem como publicamente (para/com/entre pessoas que compreenderão o que estará acontecendo - longe de olhares leigos), afinal não tenho paciência para explicar o prazer nisso, bem como não tenho "saco" para tolerar piadinhas e comentários paralelos e desviados da ideia central, SER exibida.

*O prazer não estará no fato de alguém estar me vendo, e sim no ato de estar sendo exibida pelo Dono. Minha atenção será sempre Dele, e a fantasia só funcionará se isso vier Dele. Ter essa fantasia faria com que eu oferecesse pouca resistência diante dos desafios dela, e não que ela necessariamente deva acontecer  na relação, (aqui fica clara a necessidade do julgo do Dono, caso não seja a Exibição algo que participe das vontades dele), já que o Crescimento da submissa depende de modo unilateral do Top, à medida em que Este proporciona novas experiências à submissa alargando os limites da própria.

Quanto ao que Exibir

Não me importo com o que seria mostrado, mas que fique claro que a SINTONIA entre ambos deve estar fina. É como querer mostrar um cão mal treinado ou ainda em curso, confuso ou pouco correspondente à situação exibida, vai dar errado!

Meros expectadores!

Quem assiste não participa, nem direta nem indiretamente! Amenos que, salvo sob condições do Dono, para alguma fantasia em específico bem como complementação da que está em questão, do contrário à ninguém "atenderia", bem como a nenhum desejo particular que não fossem os do Dono.

Ao(s) participante (s), de modo geral

MATURIDADE! de sobra de preferência, (não exatamente num sentido temporal) mas no âmbito da capacidade de compreensão. Não me agradam pessoas infantis,  bem como as de perspectivas limitadas e horizonte tapado. Engraçadinhos nem pensar! Gente de carona também não (...) fica claro que reservo-me aos praticantes já decididos de si; pessoas confusas que ainda se procuram no meio bem como as que têm necessidade de se auto-afirmarem estão fora (mesmo porque acredito na habilidade de quem escolhi para entregar-me, em "julgar" as aptidões que se fazem necessárias para algo dessa natureza)

Isso serve para a fantasia da Exibição, bem como para a do Empréstimo (já sintetizada noutra ocasião nesse blog, em Empréstimo de escravas).

"Dominador posso "ter" alguns, se isso couber a alguma fantasia específica do Dono, mas DONO é só um!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre-se! A boa educação, a humildade e o respeito abrem portas!